Abril 21, 2007
[Listening to: Shadows And Dust – Arch Enemy – Wages Of Sin Cd1 (04:27)]

Uma pequena dissertação …

Muitos afirmam que a roda foi a melhor descoberta de sempre. Na verdade para mim a melhor descoberta é um binómio computador/ internet. O computador veio revolucionar directa ou indirectaente a maneira como vivemos. Permite-nos realizar tarefas complicadas em pouco tempo. Um exemplo simples é o caso do cálculo dos salários dos empregados numa determinada empresa/instituição . Estou-me a lembrar de um caso contado na primeira pessoa por um professor meu : na época da introdução de dados via cartões perfurados, o cálculo dos salários dos empregados de uma determinada Universidade demorava mais de um dia a fazer. Se calhar até então esse cálculo era feito á mão, com posssiblidade de ocorrência de erros e mais importante : provavelmente em vez de demorar um dia, demorava dois ou três. Outro caso, ainda actual : qualquer grande laboratório, ou sitio onde se faça investigação precisa de testar os resultados das suas experiências . Este teste envolve como se sabe muito cálculo algo que os computadores fazem muito bem. No entanto o problema não está no cálculo em si ou no facto de se fazer o cálculo mas sim no tempo que este poderá demorar . Um laboratório que se dedique a fabricar medicamentos, suponhamos, para o HIV, não poderá dar-se ao luxo de demorar semanas, ou mesmo meses de volta de cálculos . A previsão meteorológica, controlo de tráfego aéreo … São tarefas que requerem processamento e mostra de resultados quase em tempo real . Não faz sentido mostrar a previsão de uma quarta-feira quando já é sexta… Tudo isto é muito importante, mas não está directamente relacionado connosco, simples utilizadores . Bem , pode ser discutivel . Provavelmente não seria agradável ter de bater texto á mão. Imaginem uma pessoa que pretende escrever um documento com mais de 600 páginas. O OpenOffice.org Writer assim como o MS Word são aplicações WISIWYG , sigla que significa “What you see is what you get – Aquilo que vês é aquilo que obtens” . Assim, podemos controlar todos os parágrafos, tipo de letra, espaçamentos, tabelas , colocação de imagens, correcção gramática … Se bem que já existem por ai, boas aplicações Open Source que funcionam muito melhor que certas aplicações pagas , como é o caso do editor de texto LaTeX. No entanto, o computador por si só apresenta grande relevância . O mesmo já não se passa com um computador equipado com uma interface de rede ligada a um serviço de internet de banda larga. A internet funciona como uma grande teia de aranha, num sentido figurativo . È consituida por várias máquinas que se encontram ligadas aos fornecedores de internet, grandes servidores que reencaminham os pacotes, as unidades de troca de informação mais básicas da rede. As possiblidades são imensas . Hoje em dia é possivel fazer pagamentos de contas através da internet, compras de material diverso (cd’s, livros, electrodomésticos…), conhecer e manter um diálogo com outras pessoas conhecidas ou não, aceder a qualquer tipo de informação a qualquer hora . Estou a lembrar me de um artigo recente públicado na Revista Linux do mês passado . Existe há já cerca de dois anos um ambiente, denominado Second Life – Segunda Vida . Não se trata de um jogo no entanto apresenta fortes semelhanças com o jogo “Sims” . Uma pessoa entra no Second Life, originalmente tem um determinado outfit (leia-se fato, conjunto calças/camisa) e pode ir adquirindo roupas e outros gadgets á medida que vai explorando o mundo. Existem réplicas virtuais de cidades , com várias lojas abertas, sitos onde é possivel entrar , ver e comprar . Tudo isto funciona virtualmente tendo a correr por baixo um modelo financeiro poderoso . Funciona assim : uma determinada pessoa entra no Second Life, dirige-se a uma loja de música, vê os titulos que existem, dirige-se ao modelo virtual que se encontra á saida e compra o item que seleccionou . No dia seguinte, tem o tal artigo a chegar a casa através de uma qualquer transportadora. O dono da loja paga uma mensalidade que é determinada pelo tamanho da loja e não só . É de salientar que cada quadrado que compõe a grelha do mundo virtual corresponde a um servidor que existe algures numa determinada empresa nos Estados Unidos.
A internet é uma ferramenta poderosa, e aqui o uso da palavra ferramenta é de certa forma intencional. Deixou de ser underground para ser popular.Newsgroups, IRC entre outras são palavras se calhar quase desconhecidas para um utilizador não atento.O mais provável será a substituição dos tradicionais meios de comunicação ainda existentes em virtude da internet como o único canal de comunicação …

Anúncios

Abril 21, 2007

[Listening to: The First Deadly Sin – Arch Enemy – Wages Of Sin Cd1 (04:19)]

Semana Académica de Leiria

Como é tradição, por esta altura começam a fervilhar os eventos académicos, nomeadamente as Semanas Académicas. E Leiria não é excepção . Este ano conta com um cartaz bastante forte onde podemos encontrar nomes como Da Wease, Blind Zero, Xutos e Pontapés, Fonzie entre outros.Informações acerca da localização, preços, compra de bilhetes pode ser consultada aqui

Só me resta dizer : Apareçam !


Abril 20, 2007
[Listening to: Dead Bury Their Dead – Arch Enemy – Wages Of Sin Cd1 (03:53)]

bla bla bla


Fotos visita Castelo de Vide/Marvão/Ponte de Sôr

Abril 7, 2007

Deixo aqui algumas das fotos que tirei quinta – feira passada , aquando da minha passagem por terras alentejanas…Algumas destas com alguma carga humoristica. A resolução poderá não ser a melhor… em parte culpa da máquina que mesmo assim se aguentou á bronca e parte do dono… Esquecia-me sempre de ligar o modo de macrofotografia… e de tremer menos . Fica a intenção … Gostava de ver algum feedback por parte de alguém que possa eventualmente visitar o blog.

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us

Free Image Hosting at ImageShack.us


Em chamas

Abril 3, 2007

É a primeira vez que falo de música no blog. Para comemorar de certo modo tal facto, apresento aqui uma pequena apresentação do que é (para mim …) um dos melhores albúns de metal dos últimos tempos .

Já lá vão dez anos desde que os suecos In Flames, lançaram o álbum “Whoracle”, antecessor do álbum “Colony”, outro grande marco no death melódico vindo dos lados de Gotenburgo. Um álbum coeso, bem conseguido muito á custa do peso das guitarras, da sua melodia e também das letras que abordam temas tão distintos como a politica, mitologia nórdica, astronomia …

Um álbum conceptual, que ao longo dos temas vai relatando o passado, o presente e o futuro da terra. O primeiro tema é um prenúncio do destino global, “Jotun” é uma palavra derivada da mitologia nórdica, tendo como tradução directa, “Gigante”, seres que viviam em “Jotunheimr”. Retrata basicamente a ascensão e queda de uma sociedade devido a um evento apocaliptico. A faixa “Episode 666” retrata a gravação por uma televisão deste evento apocaliptico. É de salientar a existência da música “Everything Counts” dos Depeche Mode, uma faixa que descreve o arrependimento sentido pelas pessoas após a quebra, a destruição deste mundo.

in flames

fig.1 – In Flames – A banda

fig.2 – Front Cover do álbum Whoracle

 

Alinhamento das faixas :

  1. Jotun [3:54]
  2. Food for the Gods [4:21]
  3. Dialogue with the Stars [3:01]
  4. The Hive [4:03]
  5. Jester Script Transfigured [5:46]
  6. Morphing into Primal [3:05]
  7. Worlds Within the Margin [5:06]
  8. Episode 666 [3:45]
  9. Everything Counts [3:17]
  10. Whoracle [2:43]

Download rapidshare : In Flames – Whoracle